CURSO DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL E AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL AVANÇADA

CURSO DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL E AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL AVANÇADA

Artigos

Automação residencial: a tecnologia invade a sua casa

Seguindo a forte tendência de casas inteligentes, a automação residencial pode ser vista cada vez mais em casas e apartamentos modernos. Seja através da integração entre áudio e vídeo, medidas de segurança ou opções que prezam pelo conforto, o fato é que não existe nada melhor do que transformar sua casa em um verdadeiro lar high-tech, contando com uma ajudinha da automação para isso.

Mas você sabe se sua casa comporta esse tipo de modificação e o que seria preciso para transformar a residência na ?casa dos Jetsons?? Pois saiba que não é tão impossível quanto parece transformá-la na casa do futuro.

O que é e onde pode ser usada?
Se você não faz a mínima ideia do que estamos falando, vamos explicar. A automação residencial ?é a integração entre diversos equipamentos motorizados e automatizados conversando entre si?, explica Hideki Hattori, da Nobel Home, empresa especializada no ramo.

Segundo Hattori, no momento em que você tem uma casa automatizada, com um único comando é possível apagar todas as luzes de toda a residência, fechar cortinas, desligar pontos de ar condicionado, gerenciar a parte de segurança e câmeras. A integração de tudo isso é que chamamos de automação residencial, não apenas a motorização de algum equipamento isoladamente.
A instalação de um projeto do gênero depende das condições de fiação da casa, quando esta já está pronta. No caso de arquiteturas que já contemplam a automação durante a construção, as possibilidades são sensivelmente ampliadas, fazendo com que você possa modificar toda a casa.

Mas isso não quer dizer que você não possa aplicar algumas das opções oferecidas em uma casa já completa, já que se podem usar conexões sem fio em algumas áreas. Porém, é muito mais fácil fazer uma automação residencial geral quando toda a estrutura interna não está montada, assim não é preciso quebrar paredes ou passar novos fios pela extensão do apartamento.

Conforto e segurança
Entre os grandes atrativos da automatização, o grande destaque é o conforto. Com uma rede completa conectada em sua casa, não é preciso mais se preocupar em mudar a entrada de vídeo quando for assistir a um DVD ou ficar refém de cinco controles remotos (um para cada aparelho) na hora de ligar o home theater da sala.

A automação residencial é capaz de assegurar, por exemplo, que os filhos estejam em casa no horário ou estudem quando precisam. Isso porque a integração traz aos pais autonomia para desligar a televisão ou o computador quando é preciso ler um livro escolar ou diminuir a música caso ela esteja atrapalhando o sossego da casa.

Ao colocar sensores na porta, é possível também conferir horários de saída e chegada dos filhos adolescentes que moram na residência, sem que os pais precisem sair da cama para descobrir se eles já chegaram ou não em casa. Basta olhar no visor para descobrir se eles estão dentro da residência, uma vez que o mostrador muda de cor caso alguém tenha passado pela porta.
Contemplando ainda travas das portas da casa inteira (até mesmo do banheiro), integração do computador ao televisor e mesmo irrigação do jardim, boa parte de uma residência pode ser adaptada aos moradores, fazendo com que tarefas enfadonhas e simples sejam eliminadas do cotidiano.

A segurança também faz parte dos objetivos da automação residencial, já que ela apresenta o que há de melhor na hora de ligar câmeras de segurança, abrir portões e ativar alarmes contra qualquer um que queira entrar (e no caso dos adolescentes, sair) da casa.

De acordo com a necessidade de cada usuário, é possível instalar sensores em portas e janelas, aumentar ou diminuir as luzes quando se chega ou sai de casa, visualizar câmeras de segurança remotamente (através do computador) e muito mais.